Minha lista de blogs

quarta-feira, 17 de outubro de 2007

Alternância de momentos


Sentir por ti
E pelos outros
O coração flagelado

Quando não sentes
Voas pelo imaginar
Pelo nada ser

O nada
Quando tudo que se tem
Perde o valor, o suor e a cor

O céu não tem azul
A rosa desbotou
A flama apagou

Quando o lume retornar
Terás de volta o ar
A dor
O amor

Autoria texto e desenho: Thiago Reginaldo, Desenho Grafite - Casal de namorados 1

3 comentários:

Augusto disse...

Fala ae Tiago!

Nem preciso comentar da poesia né!

Como anda a correria?!

Abração!

Nos falamos...

|o|

Analuka disse...

Querido, o lume azul da alma fica aceso, lá onde resiste, insiste e floresce a ternura... a despeito dos espinhos e pedras do caminho. Sim, dores também fazem parte do aprendizado... mas as flores e pétalas renovam-se no invisível mundo dos afetos! Beijinhos alados.

Analuka disse...

Linkei Um Pouco de Céu, amigo querido de alma azul! Abraços.