Minha lista de blogs

domingo, 15 de maio de 2011

O avesso

Imerso na real realidade
o lado de papel, rascunhado
rabiscos tentados de inventos testados
com provas de tais relatos de um fato alardeado

Escreves em ampulhetas de tempos
Chaqualhados em revessos tempestivos
o tempo imutável
sóbrio em bolhas de aço

Punhais de titânio perfuram o vidro
trágico momento
levar adiante
postergar a sobriedade
insana evolução
antagônica

Do avesso
é do avesso
de dentro das partículas ser
que manifestam os ímpetos, atos, tatos

Complicado o dado de dentro
multifacetado
disperso dentro do espaço infinito
intangível

O avesso
o verso que não está
logo não é pra ver
logo não se vê
logo não pode estar do avesso
está dentro
um avesso de dentro
avesso do avesso
bifurcado, enroscado, laceado, escondido

Travesso - atravesso do verso avesso
lá está o que não pode estar.

Autor e Imagem: Thiago Reginaldo

Um comentário:

Analuka disse...

Lá no avesso, travesso, multifacetado e fatal, intraduzível e vital, está o que de fato somos e sentimos, aquilo que tenta vazar entre as frestas do domesticado, do possível, das tentativas de compreensão! Beijos pintados e travessos, telúricos e celestes, menino elfo Thiago!