Minha lista de blogs

quinta-feira, 30 de dezembro de 2010

Fogo Foguete de Astronauta

Astronauta de pés na terra
Astronauta de coração lunar

O estalido da estrela disse que está lido nos céus
que a chama que acende o coração e ascende o foguete
logo virá

O afeto do feto que cada um tem dentro de si
é fecundo e faz germinar
mesmo nas minas mais profundas que há

Será que o Astronauta tem azul o bastante
de algum celeste envolvente que inunde todo o foguete
para em lá em cima chamuscar

Zum zum saída da terra
burum burum está no alto a ecoar
astronauta é lindo e mesmo na dor sabe brilhar

Texto e imagem: Thiago Reginaldo.

3 comentários:

Jonas G. disse...

Palavras muito bonitas relativas ao astronauta. Foguete em que ele se encontra.
Você reflete em um texto sentimentos muito bonitos...
A imagem é de acordo com o texto muito legal...
Deve ser um grande artista

Naa disse...

Thiago,
O coração parece uma caixinha de guardar saudades, que sempre guarda “fagulha de afeto para acender e irradiar novamente” e sempre somos colocados nestas situações, onde não sabemos se continuamos a amar, esquecemos, ou tentamos novamente, porque por mais que a alma disfarce (quando consegue isso), o amor passado estará sempre presente em nossos corações, doendo, latejando, sangrando nem que seja só um pouco para nos lembrar que nada morre de repente. Mas é preciso tentar e continuar, buscando amor sincero e afeto verdadeiro, porque como disse Tom Jobim, “é impossível ser feliz sozinho”.
Sentimentos da Bailarina pra ti!
Um Abraço

Analuka disse...

Menino lindo de alma luminosa! Jamais te faltará alegria e azul, força e brilho nos olhos e na alma! Sim, quem ama a Vida, e vive com amor e arte, sabe sorrir e cintilar, acreditar, mesmo durante dificuldades ou se precisa enfrentar a dor. As sementes morrem para germinar... A vida se faz, desfaz e refaz, sem cessar. E nós seguimos em frente, aprendendo com os movimentos, marés e estações! Beijos pintados.